Uma demoníaca Tarte de Chocolate

tart.chocolate14

Celebrar com uma tarte de chocolate já por si algo estrondoso. Agora, com uma tarte de chocolate, em duas camadas, uma de mousse e outra de trufa, o caso muda para uma situação bem mais difícil… demoníaca diria eu!

Uma nova fase exige uma celebração, e embora tenha demorado até o fazer, aqui está hoje uma receita que verdadeiramente comemora as coisas boas que me têm acontecido.

As vossas palavras de apoio e as felicitações deixaram-me de coração cheio. Tudo começou por aqui, por este blog onde vou partilhando as minhas invenções culinárias.tart.chocolate10

Esta tarte de chocolate é para vocês: uma tarte demoníaca, em duas camadas, tão deliciosa, intensa e maravilhosa! É tudo isso, mas no fundo, bem simples, e só usa dois ingredientes por base – chocolate e leite de côco!

Vamos a isto?

 

Começa-se por escolher uma base para a nossa tarte (têm duas opções aqui)Uma demoníaca

Para a primeira camada, a de mousse:
1 lata (400ml) de leite de côco, deixada no frigorífico de véspera
150g de chocolate dairy-free
1 pitada de sal
1 colher de chá de xarope de agave
1 colher de chá de óleo de côco
tart.chocolate

Ao se deixar a lata de leite de côco no frio, vamos conseguir separar o leite em dois composto: a polpa da água. Retira-se com cuidado a polpa porque esse é o nosso bem precioso!
Com a batedeira, vamos aveludar a polpa do leite de côco, deixando-a com uma consistência semelhante à do chantilly. Reserva-se
tart.chocolate2

Em banho maria, derrete-se o chocolate com o óleo de côco, o agave e o sal, e quando estiver derretido e pecaminoso, envolve-se no leite de côco. tart.chocolate3 tart.chocolate4

Verte-se o preparado sobre a base já cozinhada, e leva-se ao frio até que fique firme.
tart.chocolate5

 

 

 

 

tart.chocolate6Para a segunda camada, uma nova textura, semelhante às trufas que por aqui já andaram:

200g de chocolate
160g de leite de côco
1 colher de chá de sal
1 colher de chá de óleo de côcotart.chocolate1

Em banho maria, derrete-se o chocolate com óleo de côco e o sal, mexendo de vez em quando até estar líquido. Acrescenta-se o leite de côco, e mistura-se vigorosamente até se obter um liquido brilhante.
tart.chocolate7

Dispõe-se sobre a camada de mousse, e com o que sobrar
aproveitem para fazer umas trufas – ou comer à colher (como eu fiz :p )tart.chocolate8

Para finalizar, optei pelos morangos, para equilibrar a tarte, mas podem optar por outros frutos vermelhos. Leva-se a tarte ao frio, por cerca de 2 horas, para que fique bem firme.tart.chocolate9

Depois de fria, é cortar em fatias bem finas – acreditem, esta é uma daquelas tarte com um sabor bem intenso, em que uma garfada apenas já deixa vislumbrar toda a decadência da fatia inteira.

Para uma ocasião especial ou para experimentar uma sobremesa diferente mas que à qual ninguém fica indiferente, esta é “a tarte”.tart.chocolate15

E de mim, para vocês, por tudo, Obrigada!

 

8 thoughts on “Uma demoníaca Tarte de Chocolate

  1. É caso para dizer “vai-te embora tentação!”. Esta tarte tem um ar bastante pecaminoso e tentador, e mais não digo!!! Boa para ocasiões especiais, e fresca deve ser divinal. Mais uma para experimentar. Um grande beijnho, Sara Oliveira

    1. É mesmo a tarte do demo, pecaminosa até mais não. Mas bem que vale a pena 😉 Fico à espera de saber se a aprovas quando a fizeres. Um beijinho

  2. Demoníaca é para quem está deste lado e não a pode comer! Tens de tirar fotos tão apetitosas?! E de descrever tão bem as camadas?! 😛
    Ainda bem que têm acontecido coisas boas! Espero que continuem a acontecer, tu mereces 😉 Boa sorte com tudo isto!
    ‘Esta tarte de chocolate é para vocês’ = Vais mandar uma fatia por correio, certo? 😛
    As fotos dos passos mostram cada consistência tão cremosa que é de loucos!
    Comer o que sobrar à colher parece-me sinceramente uma bela ideia 😉
    Essa tarte merece o nome! Que decadência achocolatada tão deliciosa é essa afinal? Isso é jogar sujo, ovelha 😀

    1. Quem me dera que fosse possível enviar uma fatia pelo correio! Mas agora com a receita acho que a podes fazer e pecar também 😉
      Há que ser descritivo, senão quem é que nos leva a sério?

  3. Olá Teresa,
    Demoníaca mesmo essa tarte e olha, eu que nem sou de chocolate, fiquei a salivar e com vontade de provar!!!
    Um beijinho e bom fim de semana,
    Lia

    1. Olá Lia!
      Chocolate e côco tornaram-se os meus ingredientes infalíveis! Esta tarte tem esse efeito, é mesmo desgraçadamente boa!
      Um beijinho e boa semana 🙂

  4. Uma tarte do demo! 🙂 love it
    Chocolate, leite de coco, ah maravilha mesmo.
    Enquanto ia lendo e vendo as fotos, a água crescia na boa, isso é bom sinal não é? Boa miúda!!
    Um beijinho.

    1. Tão bom ler isto Inês 🙂
      Esta tarte é um supra sumo das tartes – e custa mesmo acreditar que só leva 2 ingredientes (e outros pós de prelimpipim!)
      Um beijinho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *