Brunch – caseiro, vegan e delicioso!

A refeição de que mais gosto, colorida, diversificada e tão saborosa. Um brunch delicioso, que não demora muito a se fazer, mas que se pretende demorado a comer.
E quem é que disse que não se podem fazer brunches vegan? Eu fiz, e fica aqui a prova!

 Há uns tempos a minha concepção de brunch limitava-se a qualquer refeição tomada ali entre as 11h e as 14h, com direito a ovos mexidos, tostas de queijo creme, salmão fumado e aneto, iogurte com granola, frutas, sumo, café (só o fiz uma vez em casa, e teve isso tudo, e foi bom).
Mas queria mostrar a mim própria de que opções diferentes são possíveis. Andava desconfiada, confesso, vários pensamentos me ocorriam: “não vou passar das saladas e do pão com abacate e pimenta rosa”, “vou ficar com fome”, não vou fazer um brunch, acho que posso é fazer um almoço leve e pronto”.
Andava desconfiada porque ainda não tinha procurado o suficiente, ainda não tinha encontrado inspiração. Muito do trabalho que faço por aqui vem de inspirações várias, não há excepções, nem nas mais receitas vegans.
Estou num processo de mudança, de adaptação. Não, não sou vegan, nem vegetariana, porque como peixe; mas sim, tenho muita vontade de fazer coisas novas, escolhas responsáveis e mostrar a quem já tenha sido como eu, que é possível uma alimentação variada, colorida e deliciosa sem proteína animal. Os bichos agradecem, e o planeta também.
Achei que mostrar-vos um pequeno brunch, que calhou ser vegan, é bem representativo de todo o reboliço que vai aqui dentro da minha cabeça – muitas ideias e inspirações que andam por aqui.
As receitas estarão todas disponíveis durante esta semana, para que no próximo fim-de-semana as reúnam e se deliciem com este brunch também!
 Para vos abrir o apetite, ficam as fotos.
A limonada foi da normal, mas a receita que vos trago é bem mais gira!
 
Salada morna de bróculos com tomate e balsâmico
[saltear os bróculos com um dente de alho, num fio de azeite, por 3 minutos; juntar o tomate em cubos, temperar a gosto]
E que tal? Tentados? Fiquem por cá 🙂
Follow A COZINHA DA OVELHA NEGRA
 
  

4 thoughts on “Brunch – caseiro, vegan e delicioso!

  1. " Os bichos agradecem, e o planeta também.", amei esta expressão:-)
    Interessante, identifico-me com a sua/tua linha de pensamento, não sou vegan, nem vegetariana, mas cadavez mais opto por cozinhar e comer coias diferentes, leves e pouco ou nada processadas (uma pessoa acaba por se sentir com maior disposição , creio eu).
    Força aí 🙂

    (Joana Junqueira – Edu`s Pantry author)

  2. Muito giro! Nunca fiz um brunch, só pequenos-almoços exagerados mesmo… 😛
    Gosto do panquecas vegan (sem banana). Vá lá, tornou-se assim tããão óbvio? Hahaha 🙂
    Galette com cebola caramelizada – em cheio. Tenho ali a fazer para o meu almoço duas cebolas (gigantes, diga-se) para caramelizar e comer, mas é mesmo sem nada… Porque fica uma delícia só por si 🙂
    Tenho de fazer essas chips… Tenho feito mas em palitos, nesse formato nunca fiz e tu andas a incitar-me 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *