Manteiga de Amendoim {caseira}

Finalmente decidi-me a fazer em casa a coisa que mais adoro neste mundo todo – MANTEIGA DE AMENDOIM!

Confesso que não sou uma moça fácil. É isso mesmo, leram bem, vou falar um pouco sobre mim. Não costumo, e penso que não devia, mas há dias em que me apetece escrever, e muito (é uma coisa que adoro fazer), e pensei “bem, antes escrever e ver se alguém comenta e dá bitates, do que escrever no Word e esperar que me dê na neura para apagar do pc.”
É assim, eu sou muito crítica. Pronto, já disse. É defeito e feitio, critico tudo e ando sempre de pé atrás. Embora possam pensar – “olha, lá porque andas com o nariz colado ao tecto não quer dizer que possas criticar a torto e a direito”, digo-vos eu que esta minha faceta se revela muitas vezes útil. Se há pessoas que apanham desilusões na vida por se iludirem com o lado multi-color cheio de póneis e unicórnios das pessoas, eu como não vejo esse lado, poupo-me a muitos dissabores. Aprendi com as minhas experiências – pronto 23 anos não dão muitas, mas são as que tenho e as que vivi.
Tendo a duvidar, a achar mal e a criticar tudo quanto não conheça – mas mal comece a tomar conhecimento sério das coisas, caiem as barreiras.
É isto, a Ovelha Negra que conhecem como a figura de pelagem preta, que carrega um bolo todo fofo, faz de facto bolos fofos na vida real, mas também tem um feitio de mete medo – vá nos dias maus. Nos dias bons critico mas muno-me de sarcasmo daquele cheio de piada.

Ora bem, hoje calha ser feriado aqui nas terra desérticas da margem sul, dia de São João – coincide também com as festas pagãs mais antigas de Portugal, que se dão no dia deste Santo, na terra da minha mãe; festas das quais morro de saudades, mas isto tá chato para largar os estudos e rumar ao Ribatejo.
Este é o meu guilty pleasure,aquela coisa que como que nem um alarve. É verdade, não é uma imagem bonita, mas eu e manteiga de amendoim faz uma reacção explosiva (exactamente nas minhas ancas, que não gostam da explosão de gordura que acontece.
Ainda cá por Portugal só se via manteiga de amendoim na televisão ou esporadicamente nas parteleiras do Pão de Açúcar, já eu me relacionava muito bem com esta menina – dá-se o facto de ter primos nos EUA que além de um par de Levis de vez em quando, alimentavam aqui a gorda com potes de manteiga de amendoim.
Prafiro a de compra, sou sincera, mas para as bolachas e bolos, a manteiga feita em casa fica muito mais intensa, e o sabor nem se compara.
Tinha pensado em usar amendoins “au naturel”, mas experimentei com amendoins salgados e ficou bem melhor – o bom da manteiga de amendoim é o contraste agre e doce, e quem sou eu para alterar a ordem natural dessas coisas.
Juntei um pouco de mel para caramelizar os amendoins, e ficou muito agradável.

Manteiga de amendoim

250g de amendoins salgados
2 colheres de sopa de xarope de ácer
1 col.chá de óleo vegetal

Espalhar os amendoins sobre um tabuleiro e salpicar com o xarope de ácer – levar ao forno para que torrem. 

Colocar num robot de cozinha – 1-2-3, liquidificador, picadora, etc – e triturem. vão interrompendo para calcar os amendoins e adicionar algum óleo se acharem necessário.

Não fica super cremosa – mas isso eu acho que se deve à minha picadora ser fraquinha – mas fica bem boa.
Follow A Ovelha Negra: Facebook – Instagram

7 thoughts on “Manteiga de Amendoim {caseira}

  1. Eu ADORO manteiga de amendoim caseira !!
    Há uns anos uma amiga americana obrigou-me a experimentar e fiquei fã e agora de vez em quando faço um frasco grande (que me dá para imenso tempo). Ela fez-me provar, inclusive, manteiga de amendoim com nutella ! (isso sim uma bomba atómica calórica :o)

    Eu uso óleo de amendoim e nos últimos tempos tenho pensado se juntar cajús não ficaria interessante … Mas olha ! tenho uma dica para ti (para usares a manteiga :P). Não sei se gostas, mas eu misturo-a com sumo de laranja e tempero imensas saladas com isso – fica óptimo !!! 😀

    Não conheço ninguém que goste de manteiga de amendoim, então entusiasmei-me 😛

    1. Eu amo manteiga de amendoim, se não me controlo como-a toda à colher, é uma miséria. Oh sim, manteiga de amendoim com nutella ou com qualquer outro tipo de chocolate é a minha morte e perdição.
      Opa essa mistura tenho de experimentar num dia de muita coragem, porque o meu amor por manteiga é mesmo muito.

      Eu com primos nos EUA sempre comi manteiga de amendoim, por isso é que fiquei gordinha ahah

  2. Olha hoje não fomos ET's…fomos totalmente opostos 😉 hehe
    Eu, que adoro falar e escrever, hoje fiz um post pequenino sobre o facto de…não ter nada para dizer e não me apetecer escrever 😉 ahahahahah
    Mas pronto, coisas destas nossas à parte, gostei imenso dessa tua experiência 🙂 Também tenho aqui a receita anotadinha na minha lista do "to do" mas ainda não a pus em prática…talvez por ser daquelas coisas com as quais não vou mesmo nada à bola! Mas aqui o meu esposo é exatamente como tu, um viciado do tamanho do mundo, e por isso um dia quero mesmo experimentar, nem que seja para a usar em bolos, como dizes 😉 E é uma ideia ótima para incluir nos meus cabazes de prendinhas caseiras 😉
    Beijinhos *

    1. Já me conheces, sabes que quando tenho coisas para escrever, escrevo e acabou-se.
      Olha esta manteiga é deliciosa e fica tão boa nos bolos – porque sabe mesmo a amendoim, e sabe bem 🙂
      O teu esposo é um bom rapaz!

  3. É curioso- adoro manteiga de amendoim (nunca é demais lembrar ;)), mas nunca fiz em casa. Já fiz de avelã várias vezes e de sementes de girassol, de amendoim fiz uma pasta-líquida-com-meio-litro-de-leite-de-soja-com-pedaços-de-amendoim mal amanhada na varinha mágica (mais uma experiência não muito agradável…).
    Como o meu processador se avariou (Outra.Vez. Apetece-me espetar um murraço nos gajos da fnac (digamos que o mau feitio caraterístico da família também não saltou uma geração por aqui ;)) também não vou fazer tão cedo, que já é suficientemente mau ter de fazer gelado de banana com a varinha mágica (porque, claro, não fazer está fora de questão… ;)).
    Essa parece muito boa! Ainda bem que não quebraste a ordem natural do universo- ainda davas origem a uma catástrofe ou pior – manteiga de amendoim podre! (não podre, quero dizer não muito boa, tu percebeste…)

    1. O mau feitio chama-se personalidade, e razão em reclamar com os fulanos da Fnac que me dão cabo das encomendas online (que não para aqui chamado).
      Esta manteiga é boa mas boa – e fica mais cremosa se o processador for potente (o meu parece que falece a meio, mas depois dou-lhe pancada e ele funciona). E nos bolos e nas bolachas, jasus, ainda melhor que a de compra!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *