Lemon Curd [e pavlova]

 

“Se a vida te dá limões, faz Lemon Curd!”
(E umas pavlovas para acompanhar)

No meu caso, o limoeiro cá de casa não se tem cansado de dar tantos limões, por isso, há que aproveitá-los. Nunca tinha feito lemon curd, e posso dizer que agora é a coisa que mais gosto. Tão fresco, tão cítrico, tão simples e versátil! Finalmente os limões aqui de casa terão outro destino que não as limonadas!
De longa duração, pode guardar-se num frasco no frigorífico e utilizar das mais diversas maneiras: com uma massa folhada pode desenrascar uma tarte de limão em minutos, por cima de um iogurte grego cria-se uma sobremesa diferente e leve… e se tiverem uns supiros ou umas pavlovas, têm a melhor combinação do mundo!
E quem diria que com tão pouco se tinha algo tão magnífico?
“Bom, bonito e barato” – afinal hoje é dia de “Há vida para além da massa de atum”
Mas primeiro, vamos ao curd!
Lemon Curd
(receita adaptada daqui)
Sumo e raspa de 4 limões
110g de manteiga
220g de açúcar branco moído
3 ovos
Num tacho junta-se a manteiga, o açúcar e o sumo e raspas dos limões. Leva-se a lume brando até se obter um líquido homogéneo. À parte batem-se ovos. Retira-se o tacho do lume, e devagar, vertem-se os ovos para a mistura da manteiga; mexer bem com uma vara de arames. Levar novamente ao lume e mexer bem até se obter um creme.
Desligar e deixar arrefecer por momentos.
Guardar em frascos (devidamente etiquetados, não se vá pensar que o creme amarelo é creme de ovos!) no frigorífico para consumo próprio, ou oferecer. Este Natal fiz uns mini-cabazes nos quais incluí frascos de lemon curd.

 

Para criar vácuo, fechar os frascos e deixar arrefecer de cabeça para baixo

 

 

 Agora as bonitas pavlovas. Com lemon curd e sementes de papoila para um toque especial. Ficam bonitas, aproveitam as claras que por vezes temos nos nossos frigoríficos e congeladores. E fazem uma sobremesa estupenda!

 

Fiz esta receita, e depois foi só decorar. E comer. E não imaginam o quão boas ficam! O suspiro fresco e crocante, mole por dentro que se desfaz na boca, o lemon curd cremoso, ácido, cítrico, e as sementes de papoila a fazer um contraste a dar um ar da sua graça.

 

As coisas mais simples são mesmo as mais maravilhosas!

8 thoughts on “Lemon Curd [e pavlova]

  1. Adorooooo lemon curd!! 😀 Gosto de ter sempre um frasquinho sempre à mão aqui por casa! Eu e doces com limão…hmmmm nhamiiii 🙂 Por cima dessa pavlova ficou uma perdição Tekas 🙂 Tens de experimentar fazer lima curd também: precisas de muitas mais limas, é certo, mas se, como eu, também gostas desses sabores assim bem frescos e cítricos, vais adorar 😉

  2. As sementes nestas coisas ficam sempre muito giras, as de papoila são mesmo alegres 🙂 O amarelo com sementes de papoila fica engraçado, faz-me lembrar o vestido às bolinhas da música 😛
    Eu tenho imensos chuchus, limões não. Mas não posso fazer curd de chuchus.
    (quero dizer… 😛 )

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *