Camarões agri-doces com vegetais

A puxar os sabores asiáticos, camarões agridoces é o que temos hoje. Com legumes crocantes a acompanhar, preparem-se para a continuação da viagem ao Oriente.

Carne quase que não como (nem me lembro da ultima vez que o fiz), mas confesso que o peixe ainda continua a fazer as suas aparições na minha alimentação.  Nos entretantos, vão aparecendo experiências novas, coisas deliciosas que passaram a fazer parte da minha vida e da minha alimentação; contudo, há coisa que permanecem.
Continuo sem um rótulo que me queiram afixar, porque a Cozinha da Ovelha Negra não os tem; daí que intercaladas entre sobremesas vegans, almoços vegetarianos e deliciosas alternativas sem glúten, vão aparecendo pratos como os de hoje.
Porque as mudanças ocorrem ao nosso ritmo e só fazem sentido se nos mantivermos fiéis a nos próprios. Sinto-me a mudar, e isso acarta muito reboliço, tudo natural e encarado com muito entusiasmo.

 

Há muito que não comia camarão, e há coisa de 2 semanas, num almoço feito a dois, resolvi ir buscar uns camarões. Souberam-me bem, e estaria a mentir se dissesse o contrário. Cozinhados na perfeição, suculentos, levemente caramelizados e pejados de sabor. Um toque mais asiático, dado pelo estrondoso sweet chilli fez toda a diferença.
Prometi e cumpri, uma receita que abarcasse tantos sabores quanto os permitidos – doce, salgado, picante. Sim, o camarão é um ingrediente caro, e por isso podem substituir o camarão de calibre superior por miolo de camarão, ou por peixe Podem ainda cortar na proteína e juntar mais vegetais. A sugestão é viajar pelos sabores da ásia, e desde que o vosso prato tenha um toque de sweet chilli, já estarão a milhas daqui.
E já que a Vânia adorou o molho, acho que hoje vai também adorar o prato completo. E tenho pela certa que as Coisas e Coisinhas que ela nos sugere hoje são igualmente deliciosas.
10 camarões frescos
1 colher de sopa de raspa de limão
Sumo de meio limão
1 malagueta vermelha
1 chávena de ervilhas tortas
2 cenouras
1/2 pimento vermelho
3 folhas verdes de alho francês
1 chalota
3 colheres de sopa de sweet chilli
2 colher de chá de óleo de sésamo
Se forem vegetarianos ou vegan, substituam o camarão por tofu, e o caldo por caldo de legumes
Começa-se por descascar os camarões, reservando à parte as cascas e as cabeças. Temperam-se os camarões com sal, a raspa e o sumo de limão e a malagueta, e reserva-se.
Numa panela, colocam-se as cascas e as cabeças do camarão, com 1 folha de alho francês cortada grosseiramente, 2 colheres de sopa de sal, cobrir com água e levar a ferver, para se fazer um caldo.
Enquanto se prepara o caldo, corta-se em juliana a cenoura, o pimento, a cebola e o alho francês, e partem-se ao meio as ervilhas tortas. Numa frigideira, aquece-se 1 colher de chá de óleo, e quando bem quente, salteiam-se em lume alto; juntam-se 100ml de caldo, e deixa-se cozinhar, sem parar de mexer, até que reduza para metade; baixar o lume.

À parte, numa frigideira bem quente, salteiam-se os camarões em 1 colher de chá de óleo. Acrescentam-se ao preparado do legumes, envolve-se e está pronto!

 

 

Para acompanhar camarões tão aromáticos, optei por um arroz branco bem solto e simples.

 

 

 

Viajar sem sair da mesa, deliciar-mos-nos com sabores diferentes e fazer um prato incrivelmente delicioso – acho que estes camarões preenchem os requisitos. Um prato equilibrado, aromático e ao qual, tenho a certeza, ninguém fica indiferente.

 

 

Follow A COZINHA DA OVELHA NEGRA
  

4 thoughts on “Camarões agri-doces com vegetais

  1. Que bom aspeto! No meu (já é meu) restaurante chinês há um prato que é basicamente constituído por gambas, castanhas, amêndoas, bambu e ananás… Eu acho que é mesmo delicioso, junta tudo o que há de melhor! 😛
    Adoro camarões, mas realmente são *ligeiramente* caros. O teu prato está com tão bom aspeto que apetece é esquecer isso tudo 😀

Responder a Coisas e Coisinhas Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *