Tarte de chocolate (com topping de Oreo)

Há uns dias umas amigas minhas, e seguidoras aqui do blog, queixaram-se sobre o novo rumo. “Falta gordura Tekas”, disseram-me elas. Ora então meninas, também tenho publicado sobremesas! Mas pronto, fica aqui então uma sobremesa que parece um pecado e que no fundo é super saudável 😉


Também acham que me ando a desviar da Ovelha Negra que inicialmente apareceu aqui pela blogosfera? Eu acho que não, porque inicialmente comecei por publicar muitas coisas que já tinha feito, e na altura do inverno – e como é claro, com o frio, temos é de conservar energias e acumular umas gordurinhas. Agora, com o calor a chegar, e com mais tempo – porque estou de férias prolongadas – posso extrapolar e criar coisas super saudáveis e ainda assim, saborosas e deliciosas.

Não sendo crente, se há santo de que gosto é do Santo António.  E hoje que é dia dele olhem que bela sobremesa para homenagear o santo mais querido dos lisboetas.
Andava a fermentar esta ideia na minha cabeça. Sabem aquelas tortilhas de milho que parecem esferovite? Essas até se comem, são óptimas com salmão fumado ou queijo creme; agora as de arroz, iacs, não têm sabor nenhum. Como tinha cá umas tortilhas dessas, dei-lhes uma chance e transformei-as numa base para uma tarte.

E já que a base é mais light, e o recheio embora cheio de chocolate light também seja, acabei por dar a estar tarte o toque das bolachas Oreo (ver nota) 

Ingredientes, para uma tarte pequena
Base
5 bolachas de arroz
2 col.sopa de flocos de aveia
3 col.sopa de Becel
1 col.sopa de mel

Num robot de cozinha trituram-se as bolachas de arroz – o suficiente para que fiquem pedaços pequenos (e não em farinha). Misturar com o resto dos ingredientes até formar uma bola. Espalhar no fundo de uma tarteira e refrigerar por umas horas


Recheio
Fazer o creme e deitar sobre a base. Levar ao congelador por 2 horas. Retirar do frio 30 minutos antes de servir e desenformar. Partir Oreos e colocar por cima.

Tem um aspecto decadente mas no fundo é uma tarte muito equilibrada – se é para pecar, peca-se em grande, mas para pecar só um bocadinho, esta tarte é a ideal 😉
Nota: existem no mercado umas bolachas semelhantes à Oreo, da marca Gullon, que têm menos açucares e gorduras – de sabor são excelentes, tão boas como as originais


Follow A OVELHA NEGRA

19 thoughts on “Tarte de chocolate (com topping de Oreo)

    1. Olá Anna. Robot de cozinha é como quem diz – eu utilizo a varinha mágica e os acessórios dela, que incluem uma picadora. Então pode recorrer à picadora, ao liquidificador ou mesmo ao almofariz 😉

  1. Estou completamente a salivar!! Que aspeto decadente, dá mesmo vontade de roubar imediatamente uma fatia 🙂 Também queria ter tido tempo para fazer uma tartezinha esta semana mas não consegui mesmo…mas tenho que arranjar um bocadinho de tempo nos próximos dias porque agora fiquei mesmo invejosa 😉 hehe

  2. Eu gosto dessas bolachas de arroz, como-as mesmo assim sem nada. Mas depende muito de marca para marca! Adorei a junçao de texturas desta tarte… E sem chocolate e oreo, nem se questiona mais!! 🙂

  3. A tarte ficou LINDA !!
    Eu não gosto de Oreos, nunca gostei (adoro o ritual e os anuncios com os pequeninos) mas das bolachas … nao 😛

    Acho a ideia da base super original ! E vou experimentar de certeza ! O meu namorado devora disso, tem sempre montes de pacotes em casa (bases não me hão-de faltar :P)

    Quando experimentar, mostro-te 😀

    1. 🙂 Eu gostava, depois enjooei (comia tipo 3 pacotes de seguida), mas agora já voltei a achar-lhes piada: e por cima da tarte dá-lhe um sabor bem interessante .
      A base saiu de improviso e não saiu nada mal 🙂 Simmm quero ver!
      p.s: por algum motivo, não consigo comentar os teus post no teu blog 🙁 e eu que tenho tanta coisa para dizer!

  4. Eu gosto de pecar de vez em quando 🙂 Quem não gosta não é?
    E adorei o comentário das tuas amigas: falta gordura! hehe
    Por mim acho que deves seguir o teu rumo nas receitas, fazer o que te apetece e o que te dá prazer.
    Uns dias mais saudável, outros mais pecadora. Adoro essas bolachas de arroz, sim, sabem a nada lol, mas eu adoro confesso, e adorei a tarte de chocolate.
    Um beijinho.

    1. É verdade, mas há dias em que eu peco à grande e gordura é o que não falta. Eu acho que estou no caminho certo, vou intercalando as receitas saudáveis, com as saudáveis adaptações e umas bombas calóricas pelo meio – é a minha "dieta" 🙂
      Eu dessas bolachas gosto é das de milho

  5. Nããão, não digas mal das minhas tostas, por favor 😛 Com queijo fresco ou semelhante são tão boas! (concordo que sem nada as de milho são melhores, mas mesmo assim :P)…
    A tarte parece muito boa!
    Nunca experimentei essas bolachas alternativas, mas também não sou a maior fã de oreos.

    1. As de milho eu como, sem nada, com queijo fresco, com tomate, com doce, com o que seja – mas as de arroz, coise, não gosto. E em tempos de necessidade, toca a gastá-las numa tarte.
      As alternativas às oreos normais são menos doces, o creme não é tão enjooativo – são mesmo muito boas 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *