Chips de maçã (e porque estão na moda)

A moda dos chips de maça desidratada, e bem com chips de outras frutas veio para ficar. Primeiro estranhei, agora já entranhei. E decidi que se aderi a esta moda, faço eu os meus chips.

Confesso que sou uma pessoa que anda sempre a espiolhar o que anda ou não na moda (com algum delay) , mas não sou extremista e tenho bom senso – também há quem lhe chame bom gosto. Acho que cada vez mais as pessoas têm de ter noção que as modas não são para todos e que por vezes os que uns elogiam e elevam a moda, são só coisas esquisitas e feias (como aqueles chinelos feios com que as bloggers de moda andam malucas)
Surgiu há uns tempos no mercado a maçã desidratada, e eu, para não variar, só as provei já passado muito tempo do seu boom – basicamente porque ia ao supermercado e nem me lembrava disso (sim, eu sou super distraída, tanto na minha vidinha como aqui no blog). Confesso que a primeira vez que provei fiquei assim: “tanto sururu por maçãs? Eu levo maçãs para a faculdade!” 
Mas passou-me, e reconheço a sua utilidade – podemos comer maçã sem ficar com as mãos pegajosas por causa da maçã, é prático de transportar e tal e coiso. 

Mas se há coisa a que me recuso é pagar mais por uma coisa que posso perfeitamente fazer em casa – começou com a gelatina – sim, eu levava caixinhas de gelatina feita em casa para a faculdade, porque acho um desperdício de dinheiro e de recursos naturais comprar, comer e deitar fora as embalagens de gelatina. Por isso, recuso-me a fazer o mesmo com as maçãs desidratadas.
Estes chips são tão fáceis de fazer que até parece mentira – basicamente, é só fatiar maçãs o mais fininho possível, dispôr sobre um tabuleiro forrado com papel vegetal, levar ao forno até que fiquem douradas e depois comer.
Os snacks ficam muito crocantes quando saiem do forno – depois, é normal que percam essa característica, por isso para acondicionar os chips, optem por uma caixa hermética.
Demora mais a descascar e a laminar as maçãs, porque depois de feitos, os chips desaparecem em menos de nada.

Uma amiga minha já fez chips de ananás e diz que ficam bons. Eu por enquanto estou à espera dos pêssegos para me aventurar.
E por aí, já se experimentam destas coisas?

Follow A OVELHA NEGRA

18 thoughts on “Chips de maçã (e porque estão na moda)

  1. Eu já experimentei mas dos de compra, embora concorde plenamente contigo e com as modas. Cada pessoa faz a sua moda e eu que nunca fui de modas (secalhar porque gosto de ser do contra), tenho tendência a rejeitar tudo o que seja moda…
    Também concordo contigo quanto ao fazer estas coisas em casa e para os mais puristas, até já há pequenos desidratadores (se é que a palavra existe…) caseiros para fazer estas maravilhas caseiras.
    Beijinhos,
    Lia.

    1. Eu experimentei os de compra, e é claro que esses ficam mais crocantes. Mas os feitos em casa não ficam nada atrás em sabor 🙂 Eu sou assim, se posso fazer em casa, faço.

  2. Ainda não experimentei mas confesso que está na minha lista há algum tempo… Tenho mesmo que experimentar porque acho que é um snack saudável para se comer a ver um filme ou algo de género e não propriamente por estar na moda. Ananás penso que o melhor é mesmo o sumo…
    Bjinhos

  3. Realmente assim caseiras deve ficar ainda melhores, e sabemos o que estamos a comer. Eu comi uma vez e gostei, tenho que tentar fazer 🙂
    _____________________
    aculpaedasbolachas.com

    1. Também acho, por isso e que me recuso a pagar por uma coisa que posso perfeitamente fazer em casa 🙂 Além da poupança ecológica em embalagens 🙂
      Ando curiosa para fazer com beterraba – eu faço de batata doce e adoro

  4. Aqui há imensa coisa com fruta desidratada, mas nenhuma sem açúcar (em doses industriais)!
    Tal como tu, levo comigo para o trabalho a minha maçã e frutos secos, não falha! E obviamente sou olhada de lado e gozado, porque aqui os snacks "aceitáveis" são chocolates ou pacotes de fritos!!
    Ando há imenso tempo para experimentar e até tenho ali uma boa quantidade de maçã…talvez não adie muito mais 🙂
    (Fiquei super curiosa com os chinelos feios!!)

    1. Dantes recorria às barras de cereais por serem práticas, mas depois converti-me às caixinhas de gelatina. Agora esta frutinha assim super prática 🙂 só não tem hábitos saudáveis quem não quer

  5. O que eu não sabia mesmo é que estas coisa das chips de fruta eram uma verdadeira moda 😉 hehehe Confesso que nunca provei mas tenho curiosidade…mas sou tal e qual como tu…não vou gastar muito dinheiro se posso fazer em casa por menos de nada! Por isso, um dia destes, vou tentar 😉

  6. Ando para experimentar há imenso tempo. Provei os de compra e, embora muito práticos e quase viciantes por serem crocantes, achei demasiado doces. Qual a temperatura de forno que usaste?
    Beijinhos

    1. O meu forno não está muito bom, por isso a temperatura é sempre inflacionada. Penso que o pus a 200º C só com a resistência de baixo ligada – quanto mais elevada a temperatura, mais rápidos os chips. Estes ficam com o sabor da maçã – perfiro com as maçãs verdes que sempre têm um ácido 🙂

Responder a Prata da casa Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *