Duas opções rápidas para aproveitar aquele peixe que anda a passarinhar pelo frigorífico – Há vida além da massa de atum #2

Para o segundo post deste projecto, que é meu e do Coisas e Coisinhas, trago duas sugestões óptimas, saborosas e rápidas para aproveitar os restinhos de peixe que ficam depois de se o comer grelhado ou cozido – umas pataniscas de perca grelhada e uns pastéis de atum fresco, courgette e cebolinho. 

Passem pelo Coisas e coisinhas e espreitem as sugestões da Vânia. E fiquem atentos, em breve também vocês que nos leiem podem fazer parte deste projecto 😀

Duas opções que são fritas, mas de vez em quando não fazem mal 🙂  Não experimentei, mas será que no forno não resultam?

Espero que gostem 🙂

Pataniscas de perca grelhada
Ingredientes:
1 posta de perca ou de outro peixe, grelhado
1/2 cebola picada
2 ovos
2 col. sopa de salsa picada
Farinha a olho
Sal e pimenta qb.


Desfaz-se a posta de peixe. Numa taça misturam-se todos os ingredientes. Aquece-se óleo numa frigideira, e fritam-se colheradas deste preparado. Escorrer bem, sobre papel absorvente.
Pastéis de atum, courgette e cebolinho
Ingredientes:
1 posta de atum fresco grelhado ou 2 latas de atum em água
100g de courgette ralada (com casca)
1 col. sopa de cebolinho picado
10cl de cerveja
Farinha, a olho
Sal e pimenta qb.
Desfaz-se o atum, e mistura-se com os restantes ingredientes – primeiro adiciona-se a cerveja e, a olho, junta-se a farinha até que forme uma massa mais compacta. Fritar em óleo, moldando os pastéis com ajuda de duas colheres, como se estivessem a fazer pastéis de bacalhau. Escorrer sobre papel absorvente.
Prato cozinhados com amor, e fotografados com paixão.
Check out my facebook.

7 thoughts on “Duas opções rápidas para aproveitar aquele peixe que anda a passarinhar pelo frigorífico – Há vida além da massa de atum #2

  1. Adoroooo estes aproveitamentos!! Já fiquei cheia de fome Ovelha 🙂 Uns pastelinhos com restos de peixe, alguns legumes e uns temperos fantásticos fazem o meu dia 😉
    Aqui por casa não comemos nada frito (em óleo). Tentamos optar o mais possível pelo forno, quando dá, mas o que faço várias vezes para reduzir a gordura e manter o sabor e a textura, é fritar estas coisinhas deliciosas numa frigideira antiaderente, regada com um pouco de azeite!
    Acho que vou comer imenso peixe nos próximos dias só para ver se fico com sobras aqui por casa que fiquei mesmo cheia de vontade de comer uns belos salgadinhos destes 😉
    Beijinhos *

  2. Adorei a sugestão! Um excelente forma de aproveitamento de sobras. Ficaram com óptimo aspecto! Talvez no forno não fiquem tão bonitos, mas vão ficar igualmente saborosos e mias saudáveis 🙂
    Bjos e continuação de muito sucesso para o vosso projecto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *