Cookies to go!

Ana Teresa lança-se a fazer bolachas outra vez, porque na verdade bolachas nunca são demais. E estas são tão boas quanto saudáveis. Curiosos? Ora vejam!

Há uns dias, no meio de muita correria, acabei a comer uma bolacha saudável – só uma mesmo. Estranho? Depende, mas para mim €1,89 por uma bolacha é assim para o caro. Não interessa porque é que a comi, a verdade é que era boa, e já tinha visto meio mundo a dizer que eram as melhores bolachas do segmento. Ainda assim, não achei que o valor cobrado por uma mísera bolachas compensa a fama da dita.

Já vos disse que adoro desafios? É que tentar replicar uma receita de algo que se compra numa loja é assim o meu tipo de desafio favorito. A ideia for replicar a textura e o conceito – bons ingredientes, muito sabor. Depois na parte dos sabores, deixo ao vosso critério, que esta receita é altamente personalizável.

Por isso, se querem comer bolachas gostosas nos intervalos das refeições, saudáveis qb, e sem gastar muito, esta receita é para vocês.

Ingredientes, para 6 bolachas:

  • 4 col. sopa Flocos de Aveia grossos
  • 4 col.sopa Farinha de aveia*
  • 2 col. sopa côco desidratado triturado*
  • 2 col, sopa linhaça moída*
  • 1 col. sopa sementes de sésamo
  • 4 col. sopa nozes trituradas grosseiramente*
  • 2 col. sopa azeite
  • 2 col. sopa xarope de ácer
  • 1 col. sopa manteiga de amêndoa
  • 1 col. sopa leite ou bebida vegetal

*Compro os ingredientes inteiros e trituro em casa.

Para o um forno sem ventilador, pré-aquecer a 150ºC, com a resistência inferior; para um forno ventilado, pré-aquecer a 170ºC com ambas as resistências.

Numa tigela misturam-se bem  os ingredientes secos. Adicionam-se os ingredientes líquidos e com uma colher envolve-se até obter uma massa. Deixa-se repousar por uns minutos.

Num tabuleiro forrado com papel vegetal, moldam-se as bolachas, pressionando bem a massa  – comecei por fazer bolas utilizando uma colher medidora, e depois espalmei-as bem no tabuleiro.

O tempo de forno varia consoante a grossura das bolachas, mas vão estar prontas quando estiverem douradas nos rebordos. Deixam-se arrefecer totalmente sobre uma grelha,  para que fiquem crocantes e não se partam (quando saiem do forno estão muito instáveis!)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *