Bolachas de Aveia

Atenção – estas bolachas são as mais maravilhosas de sempre, e vêm acompanhadas de fotografias bastante gráficas. Ah e de um texto assim um tanto ou quanto mais parvo. É ler para ver! Bolachas de Aveia 9

Sobre estas bolachas, além de vos dizer que são provavelmente as mais crocantes, deliciosas e maravilhosas Bolachas de Aveia de Sempre, devia também confessar que foi a receita que mais tempo demorei a publicar no blogue.

Nada de grave, talvez alguma falta de imaginação, mas fundamentalmente muitas horas de 9Gag, vídeos do Youtube e procrastinação no geral que me ocuparam os serões, horário preferido para a edição das fotografias e para a escrita de textos e posts.

Talvez por isso pareça tão despropositado partilhar uma receita destas no mês do Detox. Mas já me conhecem, seguir a moda do detox não é para mim (e escrevo isto enquanto como umas belas areias e bebo um chá, daqueles normais e pouco depurativos [se bem que todo o chá o é]).Bolachas de Aveia 12

Ainda pensei que tinha algo verdadeiramente inspirador para escrever e acompanhar esta receita, mas por fim achei que devia era escrever de acordo com o mood do dia, que hoje está especialmente sarcástico, e a tentar ter piada. Por isso confesso já que estas bolachas resultaram da tentativa de recriar aquelas bolachas maravilhosas daquela loja sueca que todos conhecem e na qual já compraram alguma coisa. E digo-o sem vergonhas, porque as bolachas deles são deliciosas. Mas estas são mais.

Porque todos os dias são dias para não me levarem a sério, acho que hoje mais do que nunca devem ignorar o texto acima, e tomar muita mas muita atenção a estas bolachas. É Segunda-Feira, Janeiro é um mês comprido, e finalmente partilhei uma receita ao fim de meses de interregno. Nada como regressar a estas lides com o meu verdadeiro eu – a tentar ter piada e sempre a comer bolachas.Bolachas de Aveia 10

Bolachas de aveia

100g de manteiga com sal

100g de açúcar em pó

2 colheres de sopa de açúcar amarelo

1 ovo

100g de flocos de aveia

1 colher de sopa de farinha

1 colher de chá de fermento

 

Pré-aquecer o forno a 170ºC, com ventilação.

Bolachas de Aveia

 

 

 

 

Bolachas de Aveia 2

 

Numa tigela, bate-se o ovo com o açúcar até a mistura ficar esbranquiçada e consistente. Derrete-se a manteiga, à qual se adicionam os flocos de aveia. Junta-se esta mistura à do ovo e envolve-se bem.Bolachas de Aveia 1Bolachas de Aveia 3Bolachas de Aveia 4Bolachas de Aveia 5Bolachas de Aveia 6

Por fim, incorpora-se a farinha e o fermento. Num tabuleiro forrado com papel vegetal, distribui-se a massa, cerca de 1 colher de chá por bolacha. Ter em atenção que as bolachas crescem bastante, por isso o espaço deixando entre elas deverá ser grande. Vão a cozer até que os rebordos estejam dourados e o centro da bolacha não aparente estar mole.Bolachas de Aveia 7

Deixam-se arrefecer no papel, sobre uma superfície fria por uns 5 minutos, e depois transferem-se para uma rede para que arrefeçam por completo.Bolachas de Aveia 13

Bolachas de Aveia 8

 

22 thoughts on “Bolachas de Aveia

  1. Sê bem aparecida! Como é que andam as tuas aventuras culinárias / profissionais? “Babei-me” com as bolachas, e sim lembram aquelas da loja sueca. Tenho que experimentar, porque nunca digo que não a uma bolacha e adoro bolachas de aveia com as suas variações (ofereci umas no Natal, que foram uma surpresa, tipo 2 em 1, que eram de aveia com especiarias do Tecnicolor Kitchen), depois há que fazer o teste de qualidade! Muito sucesso nesta etapa profissional, e um grande beijinho, Sara Oliveira

    1. Olá Sara! Cá vou andando, feliz e contente 🙂
      Estas bolachas são literalmente de babar de tão deliciosas; é totalmente impossível resistir-lhes!
      Um beijinho, Teresa

  2. Olá teresa,
    Convenceste-me tanto com as fotos, como com a descrição das bolachas, como com o texto (onde não li sarcasmo e só piada…) e vão já para a minha lista dos “a reproduzir brevemente”!!!
    Quanto a Janeiro ser o mês do detox, ainda bem que não estou sozinha, pois acho isso do mais parvo que há!!
    Rejo-me pela máxima de que, o que engorda não é o que se come entre o Natal e o Ano Novo e sim o que se come entre o Ano Novo e o Natal e por isso não entendo esse mês do detox, só porque se abusou um par de dias…?
    Beijinhos e obrigada pela partilha,
    Lia

    1. Olá Lia 🙂
      Penso que as fotografias são realmente convincentes, modéstia à parte (mas com o devido mérito às bolachinhas fininhas e bem crocantes).
      Abaixo o mês Detox! É que é mesmo durante o ano todo que se engorda, por isso do que vale fazer detox em Janeiro se depois em Fevereiro ele é enfiado na gaveta? Corrência acima de tudo – eu como bolachas o ano inteiro! 😀
      Um beijinho, Teresa

  3. Parecem mesmo boas! Eu adoro bolachas crocantes (quem não?) e aveia 🙂 Já tentei fazer umas de aveia saudáveis e sem gordura, mas se não levarem gordura é difícil ficarem crocantes. :/

    1. Oh Avelã, sem gordura nada fica crocante – a não ser chips de batata doce ahah 🙂
      Vá para uma facadinha no regime, umas bolachinhas de vez em quando não matam. Depois vais correr e a coisa desaparece.
      p.s – tenho de ir ao teu blog, já não comento nem nada (desnaturada eu!)

  4. As bolachas tem óptimooo aspecto, Teresa! No entanto, como sou vegan, gostaria se é possível fazê-las sem o ovo. Se o ovo for mesmo essencial achas que há problema em fazer com ovo de linhaça ou chia?

    Aproveito também para agradecer o facto de pores no teu maravilhoso site receitas vegan. Já fiz bastantes e são maravilhosas!

    Ah e só mais uma curiosidade 😛 Sabias que dá para fazer claras batidas sem claras? Basta cozeres grão ( sem sal) guardar o caldo, deixar arrefecer e depois bateres até ficarem firmes. ( até é possível fazer merengues e mouse) 3 colheres de caldo = 1 clara.
    Há imensos vídeos no YouTube ou sites a explicar como fazer. Super simples 🙂

    1. Olá Filipa 🙂 Obrigada pelo teu comentário, e desculpa a demora na minha resposta (1 mês!!!), mas com o trabalho não tenho muita disponibilidade para cá vir; mas quando venho, fico sempre feliz por saber que tenho comentários tão simpáticos à minha espera.
      Ora bem, em relação às bolachas – experimentei adaptar a receita com o ovo de linhaça e uma manteiga vegan; contudo, acho que preciso de adaptar a receita para que esta funcione (no dia em que fiz acho que estava pouco inspirada, daí o resultado nem ter sido publicado). Mas vou fazer vários testes e quero mesmo chegar à receita ideal – e vou publicar quando descobrir 😉
      Em relação às claras de grão, estou muito curiosa com isso, mesmo! Tenho de arranjar um tempinho para me dedicar. Um beijinho, e obrigada!
      p.s. – apesar de não ser vegan ou vegetariana, essas são as receitas que mais gozo me dão criar, adoro desafios!

    1. Olá Ana 🙂 Obrigada por este comentáro tão simpático. Podes roubar à vontade, é que estas bolachas são mesmo absolutamente deliciosas. Um Beijinho, Teresa

  5. Ola Teresa, já são duas vezes que faço estas bolachinhas e o que acontece é que só ficam estaladiças no próprio dia… no dia seguintemuito já estão moles!!!!!
    Deixo-as arrefecer, coloco numa caixa e até envolvias com papel de aluminio, para as conservar estaladiças, mas não resulta.
    O que poderei estar a fazer de errado. Obrigado. Cumprimentos

  6. Olá!
    Estive a fazera sua receita mas como estava impaciente por ver (leia-se comer) o resultado, atirei logo tudo junto e ao mesmo tempo para dentro de uma taça quase entrei em pânico quando li mais abaixo a parte “Numa tigela, bate-se o ovo com o açúcar até a mistura ficar esbranquiçada e consistente etc., etc.,. … mistura à do ovo e envolve-se bem”. Resultado, ficou uma espécie bola de argamassa de cimento que me ia inutilizando o batedor manual. Fui salvo pela minha mulher que lhe deitou as mãos e só a largou quando o aspecto era já homogénio. Seguiu para o forno e foi com o coração nas mãos que esperei o resultado e …
    … AS SUAS BOLACHAS SÃO DIVINAIS, UM ASSOMBRO! Fininhas, crocantes, deliciosas enfim IRRESISTÍVEIS!
    Obrigado por este pecado manteigudo 😉 e boas receitas.

  7. Olá.
    Amo de paixão esse biscoito mas não estou conseguindo fazer, o meu quebra nas bordas. Acho que estão ficando muito finas. Será que estou pondo pouca farinha? Pq todos os outro ingredientes peso direitinho… me ajude por favor.

    Obrigada
    Bj

    1. Olá Cynthia.
      Tente fazê-las um pouco mais grossas 🙂 Se está a pesar tudo o resto direito, deverá ser apenas um problema com a grossura das bolachas mesmo.
      Um beijinho e alguma dúvida terei todo o gosto em ajudar!

  8. Amanhã é aniversário do meu pai, ele é maluco por bolachinhas, farei pra ele! Espero que fique tão divinas quanto as fotos estão lindas!
    E se der tudo errado, como eu rsrs
    Parabéns, e muito grata por compartilhar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *