Tarte de côco {com frutos vermelhos}

tarte.côco9

Há dias em que tudo o que é preciso é uma fatia de tarte, refrescante, de sabores suaves mas que em conjunto se harmonizam na perfeição. E côco com frutos vermelhos é já um clássico imperdível.Demorou mas aqui está: esta bela tarte de côco tem finalmente receita e está aqui para vossa felicidade. Fí-la uma vez, de improviso, para não variar, e arrebatou corações. De tal forma, que se exigia uma repetição.

Por aqui é assim que se “blogga”, como se “bloggar” fosse um verbo: todos os passos da receita são fotografados, de várias perspectivas e ângulos, mesmo quando a foto parece perfeita, teima a mão em mexer em qualquer coisa, 2 milímetros para o lado, 3 para cima, e logo parece melhor.tarte.côco14

Não sou uma fotógrafa de excepção, mas fundamentalmente sei reconhecer que não tenho o mínimo jeito para aquelas composições fotográficas maravilhosas, em que os vários adereços que complementam o prato, fluem na perfeição, como que a contar uma história.

Podia tentar, e tento muitas vezes, mas acho que tenho mesmo mais jeito para composições minimais (jeito = a única coisa que de facto parece sair bem).

Mas há fotografias em que mais vale manter a simplicidade, e esta e uma delas, em que tarte fala connosco: um creme delicado e aveludado, frutos vermelhos de cor intensa e vibrante, a contrastar.Tarte de côco

base para tarte vegan

250ml de leite de côco
150ml de leite de arroz
80g de açúcar
2 colheres de chá de maizena, diluída em 2 colheres de chá de  água
6 colheres de sopa de côco ralado (sem açúcar)
Sumo de meio limãotarte.côco

Faz-se a base da tarte e refrigera-se. Desenrola-se sobre uma tarteira, pica-se com um garfo, e leva-se a forno pré-aquecido a 180ºC até que fique dourada. Reservar.tarte.côco1 tarte.côco2

Para o recheio, misturam-se num tacho os leites, bem como o sumo do limão, o açúcar, o côco ralado, e por fim a maizena diluída. Leva-se a lume brando, mexendo de vez em quando. Quando levantar fervura, baixa-se o lume e mexe-se com cuidado, até que o creme engrosse ligeiramente.
tarte.côco3

Dispõe-se sobre a base da tarte, e leva-se ao frio por cerca de 4 horas.tarte.côco4 tarte.côco5

Para terminar, frutos vermelhos, de preferência congelados, para manter a nossa tarte bem firme e fresca.tarte.côco6 tarte.côco7 tarte.côco8

O toque do côco ralado é perfeitamente opcional, mas o efeito que cria é absolutamente maravilhoso!tarte.côco10

tarte.côco15 tarte.côco11

 

A tarte ideal para os dias de verão: fresca, subtil e deliciosa. A base crocante, o creme macio e os frutos vemelhos, gelados e ácidos, como têm de ser. Uma harmonia incrível e absolutamente deliciosa!
tarte.côco13

 

8 thoughts on “Tarte de côco {com frutos vermelhos}

  1. A tarte está fantástica, e o sabor não deve ficar atrás! Fiquei curiosa com este creme de coco, que também deve ficar bem acompanhado com umas bolachinhas crocantes a fazer o contraste (cá estou eu a divagar!). Experimentei esta massa base, na tarte de amêndoa e framboesa da Joana Roque / As Minhas Receitas. Gostei muito dela, porque é rápida de preparar e lembra a massa de umas bolachas que costumo fazer. É uma receita para ficar de olho, pois é muito simples de preparar. Um grande beijinho, Sara Oliveira

    1. Este creme é super versátil! Já o usei para rechear um bolo e fica maravilhoso! Em bolachinhas também é bem pensado 😉
      Esta base é mesmo maravilhosa! E fica óptima em bolachas – se misturares umas ervas secas e um fio de azeite, fazem umas crackers óptimas!
      Um beijinho

  2. Olá Teresa,
    Pois eu sou como tu, jeito para composição fotográfica é coisa que me falta e muito e mesmo quando estou a olhar para uma imagem que gosto, seja num livro, revista ou outro cantinho, nem pensar que consigo reproduzi-la ou até mesmo que saia semelhante, mas enfim, a essência, que é a comidinha boa, essa eu sei que está lá!
    Mas já agora, deixa que te diga que estas fotos estão lindas e esta tarte, combina coco e frutos vermelhos, que são dos meus ingredientes de eleição e amo!!
    Um beijinho,
    Lia

    1. Lia, isso não é totalmente verdade eu adoro as tuas fotografias!
      Eu tento sempre ir vendo o que de melhor se faz, mas acabo sempre a fazer composições a meu jeito (leia-se, não muito compostas ahah). Mas verdade seja dita, nós sabemos que o sabor está todo lá 🙂
      Obrigada! Côco e frutos vermelhos casa mesmo na perfeição!
      E obrigada pela visita 😉
      Um beijinho e bom Domingo

  3. Por acaso não costumo juntar coco com frutos vermelhos 😛
    As minhas fotos não são de qualidade e tiro-as com o Ipad. Só que com o Ipad dá para tirar imensas fotos seguidas, então eu tiro às vezes centenas e escolher é horrível.
    Também não tenho jeito para os cenários 😛
    Eu até gosto bastante de estilos simplistas, e acho que se tem notado ao longo do tempo a tua evolução nas fotografias 😀
    Essa tarte é mesmo vistosa, deve ser uma delícia! 🙂
    A tua mão está engraçada, parece um cisne 😛

    1. É uma combinação deliciosa – desde que comecei a fazer mais sobremesas vegan o côco a assumiu um papel central, e dou por mim a combiná-lo com tudo! Tens mesmo de experimentar
      Ainda bem que essa evolução se nota, é mesmo bom sinal 🙂

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *