Pudins de côco e lima com compota de morangos

pudinscoco2

A prever o calor, os dias mais longos, e os fins de tarde em tons de laranja, estes pudins são mais que indicados. Vão com morango, mas casam bem com tudo. É que afinal, o côco é mesmo incrível

O meu avô tinha uma loja, que já tinha sido do meu bisavô, a maior e mais diversificada da vila. A loja fechou mas não ficou vazia – está antes cheia de coisas incríveis e maravilhosas que merecem ser exploradas: imaginem livros de contas de 1940, armários antigos, caixas infinitas de mil e um botões, caixas com agulhas de crochet, caixas com lacre, caixas de tudo e mais alguma coisa!pudinscoco

 

No meio de todas estas coisas que outrora se vendiam na loja, estão lá tantas outras coisas da minha avó e bisavó, como estas formas adoráveis. Tivesse eu mais tempo e acreditem, tinha uma bela colecção de velharias amorosas por cá.

E mal vi estas formas pensei em pequeno pudins, brancos e macios, acompanhados por algo tão simples e colorido e que só fizessem os pudins brilhar mais.

Para recordar as tardes que passei naquela loja, a desviar canetas Bic, batons Labello, pastilhas e queijinhos de azeite, uns pudins feitos nestas formas que achei pela loja que tantas vezes foi palco das minhas brincadeira. Das saudades que tenho dela, e ainda mais as que tenho do meu avô.pudinscoco3

Para 4 pudins

150ml de leite de arroz
200ml de leite de côco
2 colheres sopa de xarope de agave
1/2 colher de chá de agar-agar em pó
Raspa de 1 lima

Num tacho, misturam-se todos os ingredientes e deixam-se repousar por 10 minutos. Levar ao lume até que comece a engrossar.

Untar as formas com óleo de côco e distribuir o preparado. Levar ao frio por cerca de 3 horas.pudinscoco1

Para acompanhar, uma “compota” tão simples e crua.

“Compota” de morangos

1 chávena de morangos
1 colher de sopa de sementes de chia
1 colher de sopa de água

Trituram-se os morangos com a chiae a água, e deixa-se repousar por 10 minutos.

Desenformam-se os pudins e servem-se com a “compota”
pudinscoco5

Não são os pudins mais macios e mais fofos, mas são uns pudins frescos, deliciosos e ideais para fazer frente ao calor que por aí anda.

E caramba, são mesmo bonitos!
pudinscoco6

14 thoughts on “Pudins de côco e lima com compota de morangos

    1. Obrigada Filipa!
      A “compota” trás uma cor mais forte e um sabor mais peculiar. Super adequados para este calor 😉
      Bom fim de semana!

  1. Que pudins tão giros e branquinhos que tens aí 🙂
    Ohmeudeus, essa loja é o sótão por explorar que eu nunca tive 😛
    Realmente as forminhas são muito giras, e os pudins feitos nelas ficam adoráveis 🙂
    São bonitos sim, com essa compota ficam perfeitos! E de sabor julgo que o devem ser também 🙂

    1. Tenho tão boas memórias daquela loja! E tem lá uns adereços encantadores para as minhas fotografias aqui (reclama com a minha mãe por não poder trazer tudo o que queria cá para casa!)
      Os pudins eram para ser umas panna cottas, mas errei totalmente no agar-agar (aquilo é tramado!) – mas assim sairam pudins, nada mal até 😉

  2. Sabes que não sou nada fã de côco, mas não desgosto de todo de algumas coisas que levem leite de côco… E estes pudins ficaram tãooo, mas tãooo lindos que tenho vontade de comer três ou quatro!! 😀 ahahah
    O toque de lima deve dar uma frescura fantástica e essa compota dá um toque final mais do que perfeito!
    Já para não falar que estou completamente apaixonada por essas formas!! 🙂
    Beijinhos *

    1. Ohh é bom sinal! Se quiseres omitir mais o côco, além da raspa de lima, junta o sumo também 🙂
      Esta compota é uma surpresa muito agradável.
      Beijinho

  3. Está tão bonito o teu blog 🙂
    E estes pudinzinhos um amor, já para não falar nessas forminhas cheias de memórias.
    Eu comia já um, bem fresquinho com a compota fácil e deliciosa. Que bom!
    Um beijinho.

    1. Obrigada Inês 🙂
      Estes pudins são especiais pelas formas, tenho a certeza disso. E ficaram mesmo amorosos, modéstia à parte!
      Super frescos e adequados para estes dias.
      Beijinho

  4. Olá! Gosto muito do teu blog, sempre cheio de criatividade.
    Como posso substituir o agar-aga? Ou onde se compra?
    Obrigada pelas tuas publicações
    Beijinhos

    1. Olá Luisa 🙂 Muito obrigada, é importante ter o vosso feedback 😉
      O agar-agar é um gelificante vegetal, utilizado pelos vegan. Provavelmente a gelatina em pó fará o mesmo, mas não sei em que quantidades.
      Mas o agar-agar já se encontra à venda nas grandes superfícies, e também no celeiro, pelo que não será difícil encontrá-lo.
      Um beijinho
      Teresa

  5. Olá Teresa,
    parabéns pelo teu blog! Sigo-o há alguns meses e tem sido uma fonte fantástica de ideias!
    Em relação ao agar-agar, utilizaste em pó ou em flocos? Dependendo do tipo, as quantidades variam (e moer os flocos em pó não dá! Não sei porque, mas é o que tenho lido na internet) 🙂
    Obrigada e continua o bom trabalho!
    Sandra

    1. Olá Sandra 🙂 É tão bom ouvir isso, muito obrigada!
      É verdade! A quantidade é em pós, vou já rectificar na receita.
      Um beijinho e fica por cá 😉

    1. E como correram? Ficaram bons? Já não vinha aqui há algum tempo, e só dei pelos comentários hoje. Espero que tenhas gostado. Um beijinho 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *