Hambúrgueres de feijão e beringela

 

Hambúrgueres, hambúrgueres! Der por onde der, se puder comer um hambúrguer nem penso duas vezes. Mas e se estes hambúrgueres forem vegetarianos feitos no forno e super saudáveis, alem de super deliciosos? Acompanhados por chips de batata e um creme de ervas.
Conseguem resistir a esta tentação meatless?

 

semana passada trouxe-vos o acompanhamento para estes maravilhoso hambúrgueres – chips de batata no forno com creme de ervas. Hoje, trago os belos dos hambúrgueres. Sempre tive a tara dos hambúrgueres. Nem estou a pensar nos do McDonalds, esse há muito que deixaram de me encher as medidas. Não vou mentir, e digo-vos que de vez em quando como hambúrgueres de carne, se bem que já nem me lembro da última vez – mas quando me apetece, opto por fazê-los e comê-los em casa.

 

Fazer escolhas conscientes leva-nos a repensar todas as nossas opções – e opções sem carne de fast-food, não existem. Também há uma semana falei sobre isto, e parece que o facto de trazer novamente hambúrgueres me desperta mais esta revolta.
Tenho de confessar, não como muitas vezes fora de casa, e quando o faço é porque já tenho na ideia certo sítio, certo prato, certas celebrações ou a apenas a vontade de sair. Mas e naqueles dias em que a rotina nos troca as voltas e somos forçados a comer fora? Sim, há sítios com saladas, mas são tão enfadonhas! Para mim é aborrecido comer, em pleno inverno (e no verão também), um prato cheio de alfaces e meia dúzia de ingredientes, acompanhados por um molho que nem temos a certeza do que é.

 

 

Já não são poucas as vezes em que penso “Vou criar uma cadeia de fast-food saudável e vegetariano!” Com chips de batata feitos no forno, pratos quentes, pratos frios e muitos hambúrgueres sem carne mas absolutamente deliciosos, e quem sabe, umas sobremesas daquelas que não pesam na alma!
É um sonho bonito, porventura viável, mas por agora, acho que posso aperfeiçoar as receitas que tenho, para que um dia, alguém que tenha lido este post, ache também uma boa ideia e PLIM haja negócio!
Porque hambúrgueres destes, além de bonitos, vistosos, deliciosos e saudáveis, são ainda super económicos, caiem direitinhos em mais uma Quinta-Feira de “Há vida para além da massa de atum”.
E como tal, não deixem de ir espreitar o que é que a nossa Vânia, qual Mulher-Maravilha, sugere para hoje,

 

Hambúrgueres de feijão e beringela
Para 2 hambúrgueres
1 chávena de feijão encarnado cozido
1 rodela de beringela (grossura de 1 dedo)
1 folhagem verde do alho francês
2 colheres de sopa de flocos de aveia
1 colher de chá de paprika
2 colheres de chá de pimenta da terra
Sal e pimenta

 

 

 

Pré-aquecer o forno a 180ºC, e se quiserem uma refeição completa, comecem por fazer os chips de batata.
Com um esmagador, esmagam-se os feijões, mas deixando pedaços – não queremos um puré de feijão.
Pica-se em cubos pequenos a beringela e a rama do alho francês, e juntam-se ao feijão. Adicionam-se os temperos, os flocos de aveia, e com uma colher, envolve-se tudo muito bem.
Estando os chips já feitos, aproveita-se o tabuleiro em que estiveram – moldam-se então os hambúrgueres e dispõem-se no mesmo.
Levam-se ao forno, com calor por cima e por baixo – quando se tiver formado uma crosta, viram-se e voltam ao forno até ser visível a crosta; viram-se novamente e deixam-se no forno por 5 minutos (este processo levará cerca de 20 minutos).
Para uma refeição completa, vamos servir os nossos hambúrgueres em duas fatias de pão integral, envolvidos no creme de ervas que acompanha os chips, e uma camada de couve bem crocante.
O sabor da paprika não passa despercebido, mas é tão suave que não se sobrepõe aos restantes sabores. A rama do alho francês, considerada a parte menos nobre, dá um paladar incrível aos hambúrgueres, e casa na perfeição com a subtileza da beringela e a cremosidade dos feijões.
Crocantes por fora mas tenros por dentro, estes hambúrgueres são uma aposta mais que ganha!
Follow A COZINHA DA OVELHA NEGRA
 
  

6 thoughts on “Hambúrgueres de feijão e beringela

  1. QUE DELICIAAAAAAA, QUE DELICIAAAAAAAAAAAA!
    Ja fiz hamburgueres de feijao frade , grao de bico e lentilhas verdes. Adoro paprika, mas ultimamente ando maluquinha com a paprika fumada, que aroma delicioso e acolhedor!! Estou inspirada com a tua sugestao acredita 😀
    Bem, eu tambem nao sou de comer fora sabes. Esse paozinho é de onde ? Pingo Doce ou Continente ?
    Algo que eu não gosto é beringela 🙁
    Vou ja escrever aqui no meu caderninho a tua sugestao.
    Obrigada pela partilha, aaah e que fotos deliciosas meu deus! ihihihi

  2. Antes de mais, não te esqueças que de coração és cá de Braga, por isso, a abrir o primeiro espaço dessa cadeia de fast food que seja AQUI. Combinado? 😉
    (também tenho um sonho relacionado com uma espécie de espaço para tomar o pequeno almoço, em que as pessoas escolhem a base das papas (aveia/centeio/trigo/espelta/…), o sabor (chocolate, simples, MANTEIGA DE AMENDOIM) e os toppings (pepitas, fruta, sementes, MANTEIGA DE AMENDOIM) 🙂 )
    Também já não acho grande piada aos hambúrgueres do MacDonalds, sinceramente. Não digo que não goste ou que não coma de vez em quando, mas não acho nada de especial… (agora as batatas é outra história… hahaha) (se bem que essas superam :D)
    Esse prato está TÃO giro e com bom aspeto 😀
    (Cadeia. De Fast Food. JÁ!)
    (podia ir fazê-los, mas estou com preguiça)
    Eu também nunca acho grande piada a saladas, mas algumas até são boas 🙂 De qualquer maneira só muuuuito raramente (diria menos de 1 vez a cada 2 meses) como fora, e a única coisa que me agrada mesmo é o restaurante chinêêês 😀 (tão. bom.)
    E a tua cadeia de fast food. A tua cadeia de fast food também me agrada 😉
    Alho francês a trepar a facaaa 😀
    Também fiquei curiosa com o pão 🙂
    ADORO essa couve crocante, é o quê, repolho? 🙂
    Também fiquei curiosa com o pão 😀
    Por acaso nunca me entusiasmei muito com hambúrgueres, mas pode estar para breve 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *