Hambúrgueres de tofu com cogumelos

Se há uns tempos me dissessem que ia ficar verdadeiramente vidrada em tofu, ia-me certamente rir e muito. Agora, já não passo sem ele. Uma relação de amor que se foi construindo com este pedaço branco esponjoso que resulta sempre em combinações tão deliciosas.

Há muito tempo que não publicava nada para a Meatless Monday. Contudo, isso não significa que me tenha desvirtuado. Posso confessar que como cada vez menos carne, e que me sinto bem com isso. Embora não publicasse nada às segundas, o facto é que para mim todos os dias podem ser meatless. Não me tornei totalmente meatlessa, mas fiquei mais consciente – e se todos os formos, acho que estamos no caminho certo.
E esta iniciativa continua no meu coração – para os mais cépticos, é possível não comer carne todos os dias, e mesmo assim ter uma alimentação equilibrada, cheia de sabor e adequada às nossas necessidades diárias.
Hoje, trago hambúrgueres de tofu com cogumelos. Eu, que não gostava de tofu, que me sabia a uma esponja mal lavada – afinal, não o sabia cozinhar. Mas agora que sei, não quero outra coisa!
 
Hambúrgueres de Tofu com cogumelos
Para 6 hambúrgueres médios
200g de tofu
1/2 chávena de flocos de aveia
10 cogumelos paris
1 pedaço de courgette (tamanho de 4 dedos)
1 colher de sopa de sementes de linhaça
4 colheres de sopa de vinagre balsâmico
Sal, pimenta e cebolinho picado

 

 

 

Começa-se por cortar o tofu em pequenos quadrados, que se colocam numa caixa – adiciona-se então o vinagre balsâmico e tempera-se com sal e pimenta. Fecha-se a caixa, abana-se para que o tempero envolva todo o tofu e deixa-se marinar por 1 hora.

Picam-se os cogumelos paris e refogam-se em lume alto, com um fio de azeite, até que fiquem caramelizados. Reserva-se.

Mistura-se a aveia com a linhaça, e tritura-se cerca de metade.

Num robot de cozinha (vulgo 1-2-3), tritura-se o tofu e a courgette. Numa taça misturam-se todos os ingredientes, até formar uma pasta homogénea.
 

 

 

Com as mãos, fazem-se os hambúrgueres com o tamanho desejado. Se não os cozinharem de imediato, disponham cada hambúrguer sobre uma folha de papel de vegetal, e guardem-nos numa caixa no frigorífico, para que não sequem.

Para cozinhar, basta grelhá-los numa chapa bem quente, tendo cuidado para não os desfazer. O tempo ideal será cerca de 3 minutos de cada lado, para que os hambúrgueres fiquem suculentos e não secos.

 

20 thoughts on “Hambúrgueres de tofu com cogumelos

    1. Dantes também sentia que faltava qualquer coisa aos meus: pesquisei e onde se lia pão ralado, substitui por aveia e umas sementes, e resultou! Ficam com a textura desejada e com um sabor incrível. Podem fazer-se mais grossos que aguentam bem e ficam ainda mais suculentos 🙂

    1. Adoro o sabor – porque basicamente sabem ao tempero que lhes puseres. Além de serem deliciosos, são super nutritivos e uma alternativa óptima à carne. Cada vez mais cozinho e como tofu e não me arrependo 🙂

  1. Gosto de tofu e á muito que não como , dantes comprava fresco no Pingo Doce mas agora já não tem.
    Esses hamburgueres tem um aspecto delicioso
    Tenho a certeza que ia gostar……….
    Boa semana
    bjs

  2. "Pedaço branco esponjoso"… romântico 😉
    (com "esponja mal lavada" nota-se bem uma certa relação amor-ódio hahaha :P)
    Admito com vergonha que de momento não sou grande apreciadora de tofu 😛 Quer dizer, fiz com massa e vegetais umas vezes e tolerei, mas acho que o sabor estava demasiado evidenciado. Até acho que já fiz mais doces com tofu do que "comida a sério" (pronto, algumas sobremesas não saíram totalmente comestíveis, admito…).
    Quero daqueles "tofus" que se vêem em receitas inglesas jááá!
    3a foto- tofu papá
    4a foto- tofus bebééés! 🙂
    5a foto- tofus bebés afogados em vinagre e tontos? má 😛 Então não comes carne e depois andas a torturar tofus bebés?!
    Os hambúrgueres parecem muito bons – tenho de dar outra oportunidade ao tofu (é a última, ouviste, esponja mal lavada?! (para mim ainda é esponja mal lavada ;))).
    (este post lembra-me estranhamente do spongebob…)

    1. Ai Avelã dás cabo de mim. Ando a aprimorar as fotografias – não tiro a todos os passos mas a alguns.não afoguei, dei foi um banho aos tofus bebés, em vinagre!
      Agora já é amor pela esponja 🙂 É uma boa alternativa à carne – que ainda como, mas em menor quantidade.
      Tens de voltar a experimentar! Avança logo com os hambúrgueres! Ando com vontade de fazer umas tartes com tofu, a ver se saiem comestíveis.
      Spongebob, adoro Spongebob 😀

    1. Obrigada! Ficaram com muito bom sabor, se bem que da próxima vez tenho de adicionar mais vinagre, para um sabor mais intenso. Acho que ninguém começa bem com esta esponja, mas depois, experimentando combinações novas, chegamos lá! Como hoje com as almôndega! Espero que experimentes (ambas) 😀

  3. Adoro hambúrgueres sem carne! Se tivermos imaginação e usarmos os temperos certos, até os mais céticos se esquecem que não leva a carne e pensam que estão a comer uma qualquer fast-food deliciosa 😛 hehe Ficaram com um aspeto fantástico estes teus Tekas, mesmooo 🙂 O tofu tem mesmo esse "mal": normalmente as pessoas nunca gostam dele à primeira, porque não o sabem cozinhar (falo por experiência própria também)…mas depois, quando insistem, persistem e resistem, acabam por adorar 🙂
    Beijinhos *

Responder a Avelã Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *