Biscoitos de Manteiga

 Como de um livro de receitas só se retiram tantas coisas. Estes biscoitos de manteiga já por aqui apareceram, quase há 1 ano, e foram dos primeiros a servir de passaporte para a minha entrada na blogosfera.
1 ano (quase) de Ovelha Negra é época de balanço. E claro, de biscoitos e celebrações.

Hoje faltam apenas 2 meses para que a Ovelha Negra celebre 1 ano de blogosfera.
 Antes disso já existia Ovelha Negra, já existiam cozinhados inspirados e apaixonados, com amigos e para eles, para a família e para todos.
Não sei porque é que naquele dia me deu para criar uma conta no blogger e lançar para aqui os meus cozinhados, as minhas ideias, as minhas inspirações – no fundo, lançar uma grande parte de mim para este aquário gigante. No primeiro post que fiz questionei-me “E porque não?”, e continuo a questionar-me. Afinal, sou apenas mais uma, com a agravante de ser uma perfeita naba no que toca a blogs, ter seguidores, ser seguidora…
De toda esta aventura o que mais me surpreendeu é o trabalho real que ter um blog dá – não se cozinha apenas; é preciso compor, fotografar, editar as fotografias, escrever a receita mas também algo mais, porque o blog é também parte de mim.
Até Novembro ainda há mais a ter em conta, e mais para celebrar, uma celebração em pleno, espero eu. Mas antecipei-me um pouco, porque voltei a fazer estes biscoitos – quer dizer, fotografei-os desta vez. São tão fáceis e tão bons que são os biscoitos mais feitos cá em casa quando é preciso um acompanhamento rápido para um café. Foi das primeiras receitas que partilhei no blog – com fotografias de má qualidade, um texto medroso mas com muita vontade de começar.
Acho que cresci, tanto como pessoa, como blogger – mudei de hábitos, alterei as receitas, mas a paixão pela cozinha, essa mantém-se, e cresce todos os dias.
Obrigada por estarem ai. E espero que sejamos sempre mais, para que no dia 16 de Novembro, a festa seja maior.
 

 Biscoitos de Manteiga

 Ingredientes, para uma fornada grande
250g de açúcar
250g de manteiga
500g de farinha sem fermento
2 ovos

 

  

  

 Pré-aqueçer o forno a 200ºC

Derrete-se a manteiga. Numa tigela, misturam-se os ovos com o açúcar, incorporando por fim a manteiga já derretida. Por fim, adiciona-se a farinha até que se forme uma massa consistente.
Para uns biscoitos como estes que fiz, utilizei o dispara-biscoitos; para quem não tiver esta máquina, podem refrigerar a massa por uns 10 minutos. Depois basta estendê-la com o rolo da massa, numa superfície enfarinhada e cortá-la com as formas desejadas.
Levam-se ao forno até que os rebordos estejam dourados. Deixam-se arrefecer numa superfície lisa, e só depois empilhar num prato para levar à mesa ou guardar numa caixa.
  

 

10 thoughts on “Biscoitos de Manteiga

  1. Eu também comecei assim a medo e de mansinho, nem sei bem porquê comecei verdadeiramente.
    Acho que me faltava algo que preenchesse os dias tão cheios de veterinária, mais ligados à saúde, e o meu gosto pela cozinha e pelas artes culminou aqui no blog.
    Eu gostei muito de ter conhecido o teu blog, acho que és divertida e adoro ver as tuas receitas.
    E já comia uns quantos biscoitos. Um beijinho.

    1. Acho que se começa como um escape à rotina e lentamente começa a fazer parte da mesma. Sem dúvida, acho que foi uma decisão acertada.
      Oh Obrigada Inês – acho que a nossa personalidade se imprime nos pratos que fazemos – já que quem lê o blog não prova os meus pratos (feitos por mim é claro, mas pode sempre replicar as receitas), acho que o que se escreve acaba por complementar esse facto – e permite que nos conheçam. Adoro o teu blog também, dos melhores que conheço e sigo (e logo eu que sou uma naba com isto).
      E é mesmo, estes biscoitos saltam à vista e pedem para ser comidos 🙂

  2. Apetece mesmo pegar num e dar-lhe uma bela trinca!
    E concordo plenamente contigo, sente-se evolução, sente-se crescimento e sente-se a mesma paixão, mas agora sem tanto medo 🙂

  3. Não sabia que o teu blog era assim tão recente! Quando vejo algum blog novo e começo a seguir penso sempre que já há de existir há bastante tempo, mas ainda há bastantes blogs-bebés tipo o meu (e o teu!)…
    Parabéns pelo blog e pelo quase-aniversário 🙂
    (já agora, no início do blog escrevias também em inglês, não era? Fui ver a receita e lembrei-me… Mas acho que cheguei a ler alguns posts com a parte em inglês!)

    1. Sou uma novata nisto, nem 1 ano de blogosfera 🙂
      Dantes traduzia as receitas todas, mas depois começou a ficar complicado com a faculdade e tudo mais – ah esquece, às vezes é mesmo preguiça. Tou sempre a dizer que vou traduzir tudo – o que não é mentira porque há dias em que traduzo umas 5 ou mais. Entretanto, há umas receitas que vêm em versão bilingue – consoante os dias e a disposição

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *