Panna Cotta de Côco com ananás

Na cozinha sou uma rapariga que se põe a inventar. Neste caso, nem foi realmente inventar, foi mais engenhocar.

Nunca tinha feito Panna Cotta na vida, e o facto de levar folha de gelatina assustou-me, porque se há coisa com que não consigo trabalhar é folha de gelatina! E como se não bastasse, qual quê de fazer a receita típica, com baunilha, lancei-me logo em invenções!
Então, por sugestão e ideia minha, lancei-me na tarefa de fazer Panna Cotta de Côco.

Antes de vos dizer como ficaram as Panna Cottas, deixo-vos com a receita – e tenham desde já na ideia de que até correu bem, e estava deliciosa 🙂

Ingredientes, para 6 panna cottas:
200ml de leite de côco – uma garrafa
400ml de natas
3/4 folhas de gelatina
80g de açúcar
Começem por levar ao lume o leite de côco com as natas e o açúcar, mexendo bem para que este se dissolva. Assim que a mistura começar a levantar fervura retirem do lume.
À parte, dissolvam as folhas de gelatina de acordo com as instruções que vêm na embalagem – eu parti as folhas e demolhei em água fria – ao fim de 5 minutos, escorram as folhas do excesso de água.
Levem a mistura do leite de côco com as natas de volta ao lume e quando estiver quente, envolvam a gelatina, sem nunca deixar de mexer, para que esta incorpore a mistura.
Distribuam por 6 taças e levem ao frigorífico durante umas 5 horas.

Eu coloquei ananás por cima: parti ananás natural em pequenos pedaços e levei ao lume com uma colher de sopa de açúcar e hortelã – não deixem cozinhar muito, senão o sabor será o de ananás de lata.
Deixem o ananás arrefecer. 
Antes de servirem, coloquem o ananás por cima das Panna Cottas. Et voilá!

Como não deixei estas pequenas maravilhas tempo suficiente no frigorífico, porque nos jantares de amigos,os timmings nunca são os esperados, a textura era a de uma mousse – e a panna cotta assemelha-se a um pudim macio.
E acham que foi um problema? Nem pensar 🙂 Estava igualmente boa! (aprovada por quem a provou, além de mim)
Se não quiserem pôr ananás, ponham polpa de maracujá ou manga partida aos pedacinhos.
Uma sobremesa tropical e fresca, aconselhável a quem já tem saudades do Verão.
Espero que gostem 🙂
Se exprimentarem fazer, digam como correu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *